Acessibilidade nas faculdades de Arquitetura. Desenho Universal passa a ser obrigatório.

Man climbs CN Tower steps in wheelchair

Escrito por Ricardo Shimosakai

31 de maio de 2021

Acessibilidade nas faculdades de Arquitetura. A partir de 2021, o Desenho Universal passa a fazer parte das matrizes curriculares das Instituições de Ensino Superior, como conteúdo obrigatório. A recomendação é que isso não seja uma disciplina isolada, mas que integre diferentes disciplinas, pensando no aperfeiçoamento da qualificação profissional do formando. Leia AQUI o Despacho do Ministério da Educação (MEC) com relação à essa questão.

A acessibilidade no Brasil é pouco desenvolvida, pela falta de profissionais qualificados, que são consequência de um ensino que não considera este assunto como essencial. Todos os cursos de todas as instituições de ensino superior deveriam ensinar sobre acessibilidade e inclusão, pois posteriormente em sua vida profissional, este profissional será cobrado, porque as leis exigem que a acessibilidade seja feita. E caso não seja feita com qualidade, isso também poderá causar problemas, por isso não vale a pena ignorar esse assunto.

Mas e há docentes capacitados para ensinar o que é desenho universal? A maioria das faculdades de arquitetura e urbanismo, passam o básico e de forma muito objetiva o que é acessibilidade. Tenho a certeza disso, baseado em relatos de estudantes desse curso.

Outra questão é, o arquiteto tem que ficar preso às medidas específicas das normas? Grande parte, não entende o que é acessibilidade, o que fazem é usar a ABNT NBR 9050 como uma “cola”, sem pensar na funcionalidade daquele ítem. É o que eu chamo de Acessibilidade Funcional.

 

Banner comprido horizontal do Curso Online Acessibilidade e Inclusão
 

Eu dou aula no curso de Pós-Graduação em Arquitetura Hoteleira da Faculdade Roberto Miranda, uma instituição de ensino que preza pela qualidade do aprendizado do aluno. Um pensamento que o Reitor me disse quando convidou a dar aula, é que eles não querem somente ensinar, mas sim que o aluno aprenda.

Apesar da arquitetura ser bastante guiada por medidas e regras, é preciso de algo mais humanizado, que o profissional entenda a necessidade do cliente, e que use as normas como um apoio, da avaliação funcional que ele fez do ambiente. Acredito que muitos arquitetos façam isso para um modelo de arquitetura convencional, porém são poucos que conhecem as pessoas com deficiência, suas necessidades, preferências e hábitos.

Modéstia à parte, meu Curso Online Acessibilidade e Inclusão, foi pensado para resolver todos esses problemas citados. O que eu ensino é fundamental para ter um bom resultado, e vai fazer você passar a ter o raciocínio da acessibilidade, ao invés de copiar e colar normas. Novamente reforçando, o arquiteto que sai da faculdade sem saber fazer um projeto impecável de acessibilidade, não é um profissional, e com certeza irá enfrentar problemas, pois as leis exigem isso, e aos poucos o comércio e a sociedade, também estão. Entre na página do curso, e veja todos os benefícios que ele oferece.

Compartilhe acessibilidade

Ajude outras pessoas a se manterem atualizadas com nosso conteúdo voltado para a acessibilidade

Você pode gostar……

Seus comentários são bem-vindos!

0 comentários

Enviar um comentário

" });