Acessibilidade nos assistentes virtuais. Alexa, Google Home (Google Nest), Siri e outros.

Man climbs CN Tower steps in wheelchair

Escrito por Ricardo Shimosakai

8 de março de 2021

Este texto foi escrito por Mylena Rodrigues originalmente para o Projeto Autonomia. Como colaboradora dos projetos de Ricardo Shimosakai, autorizou o compartilhamento.

A tecnologia veio para somar na vida de muitas pessoas, o que significa luxo pra alguns pode ser necessidade para outros, principalmente quando falamos de acessibilidades e melhorias em relação à vida e a autonomia das pessoas com deficiência.

Nos últimos anos, vem crescendo o número de tecnologias que podem auxiliar bastante o dia a dia das pessoas. Pensando nisso, resolvi apresentar algumas dos assistentes virtuais inteligentes mais famosos e usados no mundo.

A Alexa, chegou no Brasil no ano de 2019 e é da Amazon. Os aparelhos Echo Dot e Echo Show, conectam-se ao serviço, que possui capacidade de interagir por voz, tocar músicas, fazer listas de tarefas, configurar alarmes, prover informações sobre tráfego, temperatura, entre outras informações, além de controlar sistemas e aparelhos inteligentes e conectados. Sendo uma ótima opção para quem desejar automatizar a casa.

O Google Home ou Google Nest, é desenvolvido pelo Google e sua primeira versão foi anunciada no inicio de 2016, sendo seu lançamento no final desse mesmo ano nos Estados Unidos. Ele permite que seus usuários solicitem comandos de voz para interagir com serviços oferecidos pelo Google ou por terceiros, exemplos: ouvir música, controlar a reprodução de vídeos ou fotos, ou receber atualizações de notícias totalmente por voz. Além disso, o dispositivo também tem suporte integrado para automação residencial, permitindo aos usuários controlar eletrodomésticos inteligentes com sua voz.

A Siri, é para IOS, macOS e watchOS, sendo assim, disponível para iPhone, iPad, iPod Touch, Apple Watch e Mac. É exclusivo da Apple e usa processamento de linguagem natural para responder perguntas, fazer recomendações, e executar ações. Foi um dos primeiros produtos focados em aplicações de inteligência artificial. A Siri foi adquirido pela Apple em 2010.

Os assistentes virtuais são dispositivos comandados por voz, e podem realizar tarefas como apagar ou ligar as luzes, televisão, fechar ou abrir portas, além de outras funcionalidades, como, por exemplo, ler um livro, falar as horas, colocar lembres e despertadores, tocar músicas, falar noticia, procurar receitas, e até funções mais elaboradas que em alguns ainda estão em testes no Brasil, como chamar um uber.

Tantas facilidades só por comandos de voz é algo ótimo para quem tem deficiências sensoriais, física ou mobilidade reduzida. 

No vídeo abaixo, tem uma comparação muito útil para quem deseja adquirir uma dessas tecnologias. Lembrando que existem outras além dessas três citadas aqui.

A Alexa, dispositivo da Amazon, já conta com uma versão com tela, tendo também um recurso desenvolvido com a ajuda de funcionários cegos da empresa, que é o “Show and Tell“, ou seja, mostre e diga, onde o usuário pode mostrar objetos à assistente virtual e ela falar o que é.

Para usar o auxilio, basta colocar o objeto enfrente a tela e falar: “Alexa, o que estou segurando?”, ou “”Alexa, qual o objeto em minhas mãos?”, ou ainda,”Alexa, o que está na minha mão?”.

Sarah Caplener, chefe da equipe “Alexa para Todos”, disse: “Toda a ideia do Show and Tell surgiu do feedback de clientes cegos e com baixa visão. Ouvimos dizer que a identificação de um produto pode ser um desafio, e os clientes queriam ajuda da Alexa. Se um cliente está escolhendo uma sacola de compras ou tentando determinar qual item foi deixado no balcão, queremos tornar esses momentos mais simples, ajudando a identificar os itens e fornecendo as informações de que precisam naquele momento.

Compartilhe

Use os ícones flutuantes na borda lateral esquerda desta página

Você pode gostar……

Seus comentários são bem-vindos!

0 comentários

Pin It on Pinterest

Shares
Share This
" });