Extraordinário, o filme. Bullying e inclusão nas telonas do cinema.

por | 16 dez, 2017 | Lazer e cultura acessível | 3 Comentários

Extraordinário, o filme. Este é um filme baseado no livro de mesmo nome, escrito por R.J.Palacio. Isabel (Julia Roberts) e Nate (Owen Wilson) são os pais de Auggie Pullman (Jacob Tremblay), um garoto que nasceu uma séria síndrome genética que o deixou com deformidades faciais.

É um modelo de filme que conta as dificuldades de uma pessoa “diferente”, agravada por questões de preconceito e discriminação. As lutas para conseguir superar as adversidades, e o aprendizado que todas as situações lhe ensinaram. É um filme para chorar e refletir, e que com certeza muitas pessoas devem se identificar.

É muito bom ter histórias de pessoas com deficiência contada em filmes bem produzidos. Desta forma, as pessoas vão assistir espontaneamente, e acabam absorvendo os ensinamentos e críticas que o filme tem a passar. Assim a sociedade cada vez mais, vai entendendo, acostumando e até procurando mais informações sobre questões consideradas tabus. Outros filmes interessantes que seguem a mesma linha são “Os Intocáveis”, “A teoria de tudo”, “A culpa é das estrelas” ou também veja Deficiência física em cartaz. 11 filmes sobre diferentes tipos de deficiência física.

Extraordinário, o filme. Sinópse.

Auggie passou por diversas cirurgias, mas mesmo assim isso não conseguiu fazer com que sua aparência não chamasse atenção. Ficava escondido em casa e só saia com um capacete de astronauta de ganhou de presente. Até o dia que os pais decidiram que era hora do garoto enfrentar o mundo real, deixar as aulas particulares e ingressar na escola.

A adaptação foi difícil, pois além dos colegas de classe e escola não saberem lidar com a situação, o próprio Auggie tinha traumas e se excluía. Aos poucos alguns colegas começaram a se aproximar, e diversas situações começam ajudar para um amadurecimento.

Sua irmã Olivia (Izabela Vidovic) também é peça importante em sua vida, que ajuda em alguns momentos difíceis, e acaba tendo uma pequena história de rejeição como seu irmão. Como curiosidade, a atriz brasileira Sônia Braga faz uma participação como a avó falecida dos meninos.

Compartilhe pelos ícones flutuantes na borda lateral esquerda desta página!

Oque você achou deste artigo? Apreciamos seus comentários!

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Shares
Share This
%d blogueiros gostam disto: