Live com AMANDA RIBEIRO

Man climbs CN Tower steps in wheelchair

Escrito por Ricardo Shimosakai

7 de janeiro de 2022

Um dos pontos importantes para a inclusão, é conhecer as pessoas, entre elas, as pessoas com deficiência. Várias vezes não há eficácia em oferecer acessibilidade sem pensar em ações de inclusão, a experiência acaba ficando incompleta. Isso porque, dependendo da deficiência, a necessidade vem mais através de atitudes do que de objetos, como por exemplo pessoas com autismo. E mesmo quando o objeto é importante, como por exemplo brinquedos acessíveis, onde há uma necessidade de um acesso diferenciado, se não houver pessoas bem treinadas para o atendimento inclusivo, a experiência pode ser decepcionante.

A sociedade está percebendo a importância da inclusão, e por isso empresas e profissionais estão buscando capacitação para melhor atender. É importante que as informações passadas sejam passadas por pessoas experientes, de preferência por quem vive a necessidade no cotidiano e seja uma pessoa bem ativa. Seguindo esse molde, Amanda Ribeiro, mãe de um filho com autismo e Ricardo Shimosakai, paraplégico desde 2001, respondem perfeitamente.

Ambos buscaram uma forma de como passar suas experiências para outros, para que pudessem melhorar o atendimento à pessoa com deficiência, melhorando assim e experiência do cliente com deficiência, e aumentando o faturamento e a visibilidade da empresa que busca melhorar suas atitudes inclusivas. A inclusão já é uma obrigação de qualquer empresa, segundo a legislação brasileira, porém os benefícios alcançados por quem oferece uma inclusão adequada, são muito maiores do que um dever legislativo.

Amanda Ribeiro de 38 anos, administradora, mãe do Arthur, hoje com 5 anos de idade, autista, resolveu estudar sobre autismo para ajudar o filho. Formada em Administração de Empresas, se especializou em Intervenção Precoce do Autismo pelo CBI of Miami (Child Behavior Institute) além de ser a 1ª brasileira a receber a certificação Certified Autism Travel Professional (CATP) pelo IBCCES (International Board of Credentialing and Continuing Education Standards. Pós-graduanda em Direito da Diversidade e Inclusão e consultora de acessibilidade e inclusão, criou a Incluir Treinamentos, uma empresa que treina e capacita profissionais e empresas para inclusão de autistas e pessoas com deficiência na sociedade.

Ricardo Shimosakai, Bacharel em turismo pela Universidade Anhembi Morumbi e Pós-Graduado em Educação 4.0 pela Faculdade Descomplica, é um profissional especialista em acessibilidade, inclusão e turismo. Professor em cursos de Pós-Graduação e MBA, já foi convidado a palestrar por todo o Brasil e em diversos países no exterior. Um dos pioneiros do turismo acessível no país, membro de organizações internacionais da área. Implantou seus métodos de Acessibilidade Funcional em inúmeros parques, eventos, destinos e estabelecimentos, e capacitou milhares de pessoas através de seus cursos e treinamentos. Possui uma forte presença na internet, sendo um dos primeiros influenciadores a falar sobre acessibilidade.

Compartilhe acessibilidade

Ajude outras pessoas a se manterem atualizadas com nosso conteúdo voltado para a acessibilidade

Você pode gostar……

Seus comentários são bem-vindos!

0 comentários

Enviar um comentário

" });