Norma global sobre turismo acessível é lançada pela OMT, UNE e Fundação ONCE

Man climbs CN Tower steps in wheelchair

Escrito por Ricardo Shimosakai

19 de julho de 2021

Norma global sobre turismo acessível. A Organização Mundial do Turismo (OMT), a Fundação ONCE e a UNE (Associação Espanhola de Normalização) lideraram o desenvolvimento desta norma pioneira e transversal a nível internacional, focada no turismo acessível em toda a cadeia de valor do setor turístico.

É um negócio que na União Europeia representa um mercado potencial de 80 milhões de pessoas, ou 130 milhões se incluírem os companheiros. Além disso, o mercado está crescendo considerando a pirâmide populacional em muitos países europeus, e este também é o caso em outras partes do mundo. Em média, as pessoas com deficiência gastam 30% mais (€ 800 por viagem vs. € 600), de acordo com a OMT.

A partir de hoje, esta norma está disponível em espanhol como UNE-ISO 21902, tendo sido traduzida e incluída no catálogo nacional de normas UNE. É dirigido a prestadores de serviços e operadores turísticos, bem como administrações públicas e destinos turísticos.

A norma UNE-ISO 21902 estabelece requisitos e recomendações para turismo acessível. Por exemplo, para que uma praia seja considerada acessível, ela deve ter chuveiros, banheiros e um caminho que possa ser usado por todos. Da mesma forma, os percursos pedonais acessíveis em ambiente natural devem ter, entre outros requisitos, piso e sinalização contínua, firme e estável e devem fornecer detalhes do itinerário antes do início do percurso. Em geral, nas comunicações escritas, os estabelecimentos turísticos devem utilizar uma linguagem clara e simples, seguindo uma sequência lógica, com imagens e símbolos gráficos quando for o caso, com cores contrastantes e fontes de fácil leitura.

Espera-se que o padrão se torne uma ferramenta chave para fazer cumprir o direito de todos de desfrutar do turismo e do lazer. Apesar dos avanços das últimas décadas, em muitos países ainda há um longo caminho a percorrer antes que o setor de turismo leve em consideração as necessidades de mais de um bilhão de pessoas com deficiência no mundo.

Devido à forma como os ambientes, a infraestrutura e uma ampla gama de serviços turísticos foram concebidos, os turistas com deficiência enfrentam, muitas vezes, desafios desde o planejamento real de sua viagem e incluindo sua experiência no destino. Este padrão tem como objetivo provocar mudanças.

Ao longo de 2021 e 2022, a OMT, a Fundación ONCE e a UNE, em conjunto com especialistas, realizarão uma campanha de conscientização dirigida a seus membros e associados para influenciar a harmonização do turismo acessível em escala global por meio de normas.

Esta norma global foi desenvolvida pelo Comitê Internacional de Normalização ISO / TC 228 sobre Turismo e serviços relacionados, no qual a OMT coordenou o grupo de trabalho WG14 que reuniu 85 especialistas de mais de 35 países e cinco organizações relevantes nesta área sob sua responsabilidade para a escrita. A Fundação ONCE manteve a liderança técnica e a UNE providenciou o secretariado e coordenou com a ISO.

Fonte: travel2latam

Compartilhe acessibilidade

Ajude outras pessoas a se manterem atualizadas com nosso conteúdo voltado para a acessibilidade

Você pode gostar……

Live com KATIELY PAIVA

Live com KATIELY PAIVA

Live com KATIELY PAIVA, turismóloga, membra conselheira da ABBTUR/GO, diretora técnica na startup Retrilhar e gestora do Parque EcoBocaina

ler mais

Seus comentários são bem-vindos!

0 comentários

Enviar um comentário

" });